kafkianas #004

O modelo de cidade que os porto-alegrenses (ou, pelo menos, 65% deles) escolheram construir:

Relato do Diego Bregolin:

“Fui ali no Cais Maua fazer umas imagens… na entrada uma rapaz disse:
— aqui é proibido fotografar!
— por que?
— a área foi concedida!
— pra quem?
— para a Cais Maua do Brasil!
— empresa daqui?
— do Rio de Janeiro!
— o que vão fazer?
— a obra de revitalização! falta só uma licença pra poder começar! “nós” pretendemos entregar ao público dentro de um ano e meio!
— vc trabalha pra eles?
— sim… uma terceirizada!
— ok, vou ali no catamarã… posso?
— mas nada de fotos dos prédios!
— passarinho pode?
— pode…”

Anúncios

kafkianas #003

Vejo pessoas tendo a conta do Facebook suspensa por postarem uma foto do mamilo de uma índia. Aí, alguém posta absurdos sobre “orgulho hétero”, com várias ofensas homofóbicas, faço uma denúncia e a resposta da galera do seu Zuckerberg é:

“Agradecemos o tempo dedicado em denunciar algo que você acredita violar nossos Padrões da comunidade. Denúncias como a sua são uma parte importante do processo para tornar o Facebook um local seguro e acolhedor. Analisamos a foto denunciada por você e constatamos que ela não viola nossos Padrões da Comunidade.”

~~~~~~~~~PADRÕES DA COMUNIDADE~~~~~~~~, they said. Agora sim, dá pra dizer: não adianta só disponibilizar app pra colorir o avatar, Mark.

kafkianas #001

. Cadastre sua senha
. Senha muito fraca. Seu código deve ter letras, símbolos e números
. Senha muito longa. Seu código deve ter entre 6 e 8 caracteres
. Confirme sua senha
. As senhas digitadas não combinam
. Senha cadastrada com sucesso. Para continuar, faça login
. Senha incorreta
. Esqueceu sua senha? Digite seu e-mail para alteração de senha
. Digite a senha enviada para seu e-mail
. Cadastre nova senha
. Senha muito fraca. Seu código deve ter letras, símbolos e números
. Senha muito longa. Seu código deve ter entre 6 e 8 caracteres
. Senha já usada anteriormente. Cadastre uma nova senha
. Falha no sistema. Por favor, aguarde alguns instantes e tente novamente. Persistindo o problema, entre em contato com o atendimento
. Desista, retroceda um século e vá viver da terra em um sítio

[no próximo fascículo: “um inferno chamado CAPTCHA”