máximas #015 – direitos humanos para humanos

Bolsonarinhos pelo Brasil afora adotaram há tempo o mantra “Direitos humanos defendem bandido”.

Mas “defendem” de quê? De ser preso? Não. De ser julgado? Não. Os direitos humanos não impedem a punição na forma da lei; apenas tentam (tentam) evitar a tortura, o assassinato, o estupro etc de suspeitos sob custódia do Estado. Logo, quem se autodenomina ~cidadão de bem~ e vocifera contra “osdireitosumano” não está clamando por Justiça, mas sim por VINGANÇA. Que é algo que decidimos deixar pra trás quando inventamos aquela utopia chamada Estado de direito.

É pedir demais querer que os Bolsonarinhos desse país aceitem os direitos humanos por altruísmo. Mas é razoável pedir-lhes que o façam por interesse próprio: numa sociedade com leis, ninguém está livre de ser eventualmente preso, mesmo que por engano. Se isso acontecer a mim ou a você, desejaremos ardentemente que os nossos carcereiros e interrogadores sejam veementes defensores dos princípios dos direitos humanos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s