Mais uma dica tardia

Tenho a estranha mania de só indicar livros e filmes depois que todo mundo já leu/assistiu.

Por exemplo, só ontem consegui ver Ensaio Sobre a Cegueira, filme dirigido pelo Fernando Meirelles e baseado em um romance do José Saramago, que, aliás, é um quase-blogueiro (explicações aqui).

Ler um livro do Saramago é um dos meus projetos para a aposentadoria. Já ouvi falar sobre todos eles, mas ainda não arranjei tempo para ler. Logo, peguei o filme na locadora pelo Meirelles, um dos meus diretores preferidos, e não pelo Saramago, que, diga-se de passagem, ouvi no Fórum Social Mundial e achei um chatolino de marca maior.

Tratemos do filme: é um soco no estômago.

Assim como Dogville, é uma metáfora da condição humana, que mostra o que nós temos de pior – como se a nossa sociedade fosse colocada diante de um espelho capaz de mostrar detalhes de nós mesmos que antes nos passavam despercebidos.

No filme de Meirelles, uma epidemia de cegueira atinge os habitantes de uma grande cidade. A princípio, os cegos são jogados em um sanatório abandonado e se obrigam a criar uma sociedade própria. Nem é preciso dizer que o pior acontece, pois os seres humanos são sempre seres humanos – mesmo cegos.

Moral da história: estamos tão acostumados à nossa própria cegueira, que não nos damos conta da nossa condição de cegos. A sociedade mostrada no filme não é a de cegos num sanatório; é a nossa.

Uma dica para as três pessoas que ainda não viram o filme: vejam.

Anúncios

8 comentários em “Mais uma dica tardia”

  1. bem, sou suspeita pra falar pois Ensaio sobre a Cegueira é meu segundo livro predileto, perdendo somente pro Evangelo Segundo Jesus Cristo, também do Saramago. As coisas que o filme/livro mostram, pra mim, são mais que possíveis, diria que são possivelmente verossímeis. Quem veio pra mim dizer que o filme só mostra as mazelas do ser humano, que não seria assim, que seria organizado, que o governo daria assistência, que todos íamos nos ajudar, foi rechaçado na hora. UMA OVA que não mataríamos por comida, UMA OVA que tudo seria bonito e limpinho e que o governo ia manter todo mundo em condições “humanas” e UMA OVA que o filme só mostra as mazelas do ser humano. Digo isso lembrando das mulheres limpando a outra que havia sido estuprada e morta. Balela dizer que somos todos bonitinhos e que a vida só é ruim com quem merece. Enfim, Ensaio sobre a Cegueira é uma obra-prima…não só do cinema, mas sim da vida.

  2. Tenho o mau costume de não gostar de muitas coisas que leio, e uma delas é o Ensaio Sobre a Cegueira. Sinceramente, acho que o poder evocativo do livro é bem limitado, apesar de a proposta ser deveras interessante.
    A meu critério, o filme evoca mais do que o livro e, nesse sentido “se realiza” melhor.

  3. Não vi, mas vou ver. Quanto a Saramago, será o Nobel de literatura um prêmio não merecido?

  4. bãi, mas entrar na discussão de o Saramago ser ou não merecedor de um Nobel (que na minha opinião é MAIS que merecedor) é tão difícil do que decidir entre casar ou comprar uma bicicleta. tudo depende de gosto. cada um com o seu.
    lá vou eu decidir que o cara que fez ratos fluorescentes mereceu o prêmio Nobel de Química? eu não. deixa pra lá.

  5. O filme é muito bonito, fazendo jus à obra-prima que é o livro de Saramago. Ainda assim, dentre as obras do português, recomendo ‘A Caverna’ e ‘O Evangelho segundo Jesus Cristo’. Na minha opinião, estão entre os melhores dele. Não deixa para a aposentadoria, Edu! Saramago brinca com as palavras de uma maneira sutil, delicada, exigindo do leitor essa sutileza de espírito para desencravar tudo o que espreita pelos parágrafos sem fim de seus livros. Altamente recomendável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s