As Lixeiras do Senhor Reitor

reitor.jpg

Não, o cara da foto não é Sir Timothy Mulholland, o reitor da UnB.

De repente, Mulholland ganhou destaque nos noticiários, graças à pequena reforma empreendida no apartamentinho (uma cobertura) que lhe é destinado na Universidade, obrinha que custou, de acordo com o Ministério Público, mais de R$ 470 mil. Tudo pago pela Finatec, uma fundação de amparo à pesquisa que, segundo parece, está realizando um estudo sobre tendências em decoração de interiores.

Para quem ainda não sabe, a grana foi empregada em coisas como um saca-rolhas de R$ 859 e três lixeiras de quase R$ 1 mil cada. E o Senhor Reitor teve a cara de pau de dizer que o gasto é justificado pela necessidade de se seguir “uma linha estética” na reforma da sua penthouse, e que não há qualquer problema legal ou ético nisso (para ver a entrevista do cara, clique aqui).

Ocorre que a UnB deu à Finatec quase R$ 30 milhões nos últimos seis anos, e tem gente achando que esse dinheiro não foi todo gasto em pesquisa. Aí está o problema legal, Sir Mulholland.

O problema ético, nem seria preciso mencionar, está no fato de esse saca-rolhas ou qualquer uma dessas lixeiras custarem mais de duas vezes o salário de boa parte da população.

Como não disse Charles DeGaulle, “o Brasil não é um país sério”.

Anúncios

4 comentários em “As Lixeiras do Senhor Reitor”

  1. Pois é, Edson… Mas no Brasil a consciência moral está tão deteriorada que esse tipo de coisa deixou de ser considerado uma vergonha.

  2. huuummm, as lixeirinhas por conta do Finatec…
    …ele bem deve ter feito o jantar de inauguaração da reforminha com o cartão cooperativo!!!

  3. É, e eu achando que R$ 50,00 por uma lixeira de alumínio, que eu queria para o meu quarto, era muito cara.

    Sinceramente, o cara que gaste a grana dele como ele bem quiser, e que torre milhões na sua preocupação talvez bem-intencionada com a estética e com as Marcas. Mas ele não precisava fazer isso com o dinheiro dos outros!

    Pesquisa, cara, pesquisa… O negócio de que as Universidades mais precisam – e eu gosto de fazer, e vou gostar de fazer -, o cara ferra tudo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s